CÃES

GATOS

CAVALOS

A TERAPIA CELULAR

O compromisso da Regenera Stem Cells com a qualidade pode ser observado em sua estrutura, equipe e estende-se também aos processos biotecnológicos e terapêuticos, cujas patentes foram requeridas no Brasil, EUA, Canadá, Europa e Austrália envolvendo diferentes linhagens celulares estabelecidas a partir de tecido adiposo.

 

O QUE SÃO CÉLULAS-TRONCO

São células com capacidade de se multiplicar e adquirir a funcionalidade de qualquer tecido, promovendo o restabelecimento do órgão/lesão, tanto sob o aspecto estrutural como funcional. As células-tronco possuem três características fundamentais que a distinguem de outros tipos celulares:

  • São células indiferenciadas, ou seja, não comprometidas com nenhuma linhagem celular e, portanto ainda sem função específica; uma célula “neutra”;
     

  • Sob certas condições, podem ser induzidas a diferenciar-se, ou seja, tornarem-se células com funções especializadas. Por exemplo, uma célula-tronco que recebe estímulo para se transformar em uma célula muscular ou uma célula óssea.
     

  • São células com capacidade de autorrenovação, gerando células-filhas idênticas à célula-mãe, ou seja, células-tronco dão origem a novas célula- tronco que mantém o potencial de se multiplicar e de se diferenciar.

 

TIPOS DE CÉLULAS-TRONCO

De acordo com sua origem, as células-tronco são divididas basicamente em dois grupos: células tronco embrionárias (obtidas durante o estágio embrionário de blastocisto) e células- tronco adultas (obtidas de tecidos adultos formados).

Este segundo grupo, pode ainda ser dividido em dois grupos principais: células-tronco hematopoiéticas (CTH) e células-tronco mesenquimais (CTM). O tipo de células utilizadas pela Regenera são as mesenquimais.

MAIS SOBRE
CÉLULAS-TRONCO MESENQUIMAIS

Diferentemente das CTE, as CTM não fazem uso de embriões como material biológico, contornando assim as questões éticas, legislativas e culturais envolvidas. Além disso, o avanço tecnológico tem ajudado a visualizar o real potencial da utilização terapêutica das CTM, e a sua capacidade de regeneração de tecidos danificados está sendo amplamente estudada em animais, bem como o desenvolvimento de protocolos terapêuticos seguros já é realidade em vários países.

Na medicina veterinária regenerativa a fonte de CTM mais utilizada é o tecido adiposo. Algumas fontes são consideradas mais valiosas que outras devido a sua fácil acessibilidade, abundância, propriedades de autorrenovação, plasticidade e capacidade de proliferar e diferenciar-se. Sendo assim, a Regenera utiliza hoje, preferencialmente, o tecido adiposo como fonte para terapia celular.

TIPOS DE TRANSPLANTES

São basicamente dois tipos de transplantes de células-tronco: o Autólogo e o Alogênico (ou Heterólogo).

 

Abaixo serão expostas as vantagens e desvantagens de cada uma delas. Abaixo podemos observar as vantagens do transplante alogênico, que a Regenera utiliza.

CONHEÇA CADA UM DOS TRANSPLANTES

TERAPIA AUTÓLOGA

As Células-Tronco utilizadas são previamente retiradas do próprio paciente
(necessário
sedação)

TERAPIA HETERÓLOGA

As Células-Tronco utilizadas são de um doador saudável diferente do paciente que receberá as Células

É necessário realizar o cultivo do material em laboratório para a obtenção de Células-Tronco mesenquimais, o que leva em torno de 4 semanas

A Regenera possui um banco de Células-Tronco Mesenquimais estabelecidas através de doadores saudáveis, favorecendo a disponibilidade imediata do transplante

As Células-Tronco não causam nenhum tipo de rejeição ou efeito colateral, pois são retiradas do próprio paciente

As Células-Tronco não causam nenhum tipo de rejeição ou efeito colateral, pois são Células imunocompatíveis

VANTAGENS DO TRANSPLANTE ALOGÊNICO

Células Tronco Mesenquimais x Idade: As células-tronco presentes nos tecidos do organismo tendem a diminuir constantemente com o passar da idade e sendo assim, animais mais velhos que necessitem da terapia com células-tronco encontrariam uma dificuldade na obtenção destas células de maneira autóloga. O banco de células da Regenera trabalha somente com doadores jovens e sadios que proporcionam CTM com alto potencial proliferativo e de diferenciação.

Condição cirúrgica/anestésica: Há também o problema da condição cirúrgica/anestésica do paciente. Para o transplante autólogo seria necessário anestesiar o paciente para retirada do fragmento de tecido adiposo e muitos deles, por alguma patologia, ou mesmo pela idade não podem se submeter a este tipo de procedimento.

Disponibilidade imediata do transplante: Para transplante autólogo seria necessário, após obtenção do fragmento de tecido adiposo, aproximadamente 4-7 semanas para que as CTM fossem obtidas, cultivadas e expandidas em quantidade suficiente para a terapia celular. Já o transplante heterólogo tem disponibilidade imediata através do nosso banco de CTM.

Disponibilidade imediata do material: No transplante autólogo é necessário realizar o cultivo do material em laboratório, o que leva em torno de 4 semanas. Já no alogênico, utilizado pela Regenera, já existe um banco de células-tronco, obtidas a partir de doadores saudáveis, favorecendo o implante imediato.

Não há rejeição: As CTM não apresentam em sua superfície moléculas do complexo de histocompatibilidade do tipo II (MHC classe II) e por este motivo são consideradas imunocompatíveis, não causando qualquer tipo de rejeição ou efeito colateral quando injetadas em outro organismo.

 

ONDE ESTAMOS
Rua Baguaçu, 26 – Alphaville Empresarial

Edifício Business Center II – Sala 101
Campinas, São Paulo, Brasil

Telefone: (19) 4042-1612

WhatsApp: (19) 9 8355-5003

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES

NOSSAS REDES SOCIAIS

© 2020 by Regenera Stem Cells All Right Reserved