COMUNICADO IMPORTANTE

É com grande satisfação que comunicamos que a Regenera Medicina Veterinária Avançada, conseguiu um marco histórico ao obter a APROVAÇÃO DO PRIMEIRO REGISTRO DE PRODUTO BRASILEIRO A BASE DE CÉLULAS-TRONCO MESENQUIMAIS NA MEDICINA VETERINÁRIA.

O produto CaniStem está aprovado para tratar as doenças: Osteoartrose, Ceratoconjuntivite Seca e Sequela Neurológica de Cinomose.

Como é de conhecimento de todos, a Regenera Medicina Veterinária Avançada vem por anos buscando junto ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA), a normatização da utilização da terapia com Células-Tronco na Medicina Veterinária. Foram anos de dedicação que hoje podem ser traduzidos em uma nova era para o exercício da Medicina Veterinária Regenerativa.

Agradecemos a todos que contribuíram pra este grande feito!

CONTATO

Onde nos encontrar:

Rua Baguaçu, 26 – Alphaville Empresarial
Edifício Business Center II – Sala 101
Campinas, São Paulo, Brasil

SIGA-NOS

INSCREVA-SE AGORA

Telefones:
+55 (19) 3262-2002 / 3327-2392

+11 (19) 98355-5003 

© 2020 by Regenera Stem Cells All Right Reserved

NOTÍCIAS: Fontes de célula-tronco apresentam avanços para tratamento de doenças

05/05/2015 10h56 (editada em 05/05/2015 10h57)

Especialista em células-tronco pelo Instituto Butantan, Dr. Nelson Foresto Lizier, apresenta resultados de avanços do uso de células-tronco retiradas da polpa do dente de leite, como esperança àqueles que lutam contra doenças degenerativas, tais como: Alzheimer, Lúpus, AVC, Parkinson, infarto, disfunção do miocárdio e recuperação da córnea humana.

De acordo com o Dr. Nelson, as células-tronco adultas, retiradas do cordão umbilical, da medula, da polpa do dente de leite, entre outras, são mais seguras e tão eficientes quanto às embrionárias no processo de reversão de doenças degenerativas. Estudos publicados apontam que os transplantes feitos com células-tronco inibidoras neuronais (células cerebrais em estado precoce que conseguem transformarem-se em neurónios inibidores adultos) aplicados em ratinhos com a doença de Alzheimer, conseguiram regularizar a atividade cerebral e melhorar as capacidades de aprendizagem e memória em cobaias. Além disso, os estudos também mostram evolução do uso das células-tronco adultas na melhora e cura de doenças causadas por traumas ou degenerações, uma vez que as células-tronco adultas mesenquimais, são naturalmente capazes de realizar reparo e regeneração de tecidos, como: músculos, tendões, cartilagem, osso e sistema nervoso.

Mas as células-tronco vão muito além, hoje elas são tratadas pelos cientistas como o “seguro de vida” de uma pessoa.

Importante passo para a medicina refere-se às células-tronco extraídas da polpa do dente de leite, que, por serem jovens e muito imaturas são multipotentes e imunocompatíveis, ou seja, são úteis não apenas ao doador, mas para todos os membros da família.

A extração da polpa do dente de leite é um processo não invasivo e que pode ser feita naturalmente durante o período de troca dos dentes da criança, entre os 05 e 12 anos. A polpa do dente é uma pequena massa de tecido vivo, composta de vasos sanguíneos, nervos e células-tronco. Essas células são denominadas células-tronco mesenquimais multipotentes, o que significa que elas têm a capacidade de se transformar em uma ampla variedade de tipos de células, como:

Miócitos: reparação do tecido muscular; Cardiomiócitos: reparação do tecido cardíaco; Neurônios e células da glia: reparação do tecido nervoso; Osteócitos: reparação de ossos; Condroblastos: reparação de cartilagem; Células epiteliais: reparação da pele e da superfície ocular. Da mesma forma como acontece com o armazenamento das células-tronco do sangue e do tecido do cordão umbilical, o CCB está à frente das pesquisas e das tecnologias desenvolvidas para a produção e armazenamento de células-tronco encontradas na polpa do dente, sendo o único banco, no Brasil, a armazenar células-tronco da polpa do dente de leite.

CÉLULAS-TRONCO EM PACIENTE PARAPLÉGICO

Pesquisa experimental inédita realizada no Brasil com a utilização de célula-tronco faz paciente andar com ajuda de andador.

O país se surpreendeu e ficou sensibilizado com o acidente sofrido pela atleta Laís Souza. Nos EUA, Laís é a primeira pessoa tetraplégica a receber tratamento experimental com células-tronco aprovado pelo FDA (Food and Drug Administration). Aqui no Brasil, caso semelhante aconteceu com o médico oftalmologista Milton Papi, de 42 anos, que sofreu grave hemorragia medular causada por uma má-formação. Em 2014 ele foi submetido a um tratamento experimental com células- tronco em São Paulo e apresentou efeitos muito satisfatórios. O resultado possibilitou que médico andasse com a ajuda de um andador.

Dr. Carlos Alexandre Ayoub, médico responsável pelo CCB- Centro de Criogenia Brasil, revela que três meses após a primeira aplicação do tratamento com célula-tronco, o paciente voltou às atividades profissionais como oftalmologista. Com aparente normalidade no segmento paravertebral bilateral, foi possível a manutenção da postura sentada, com perfeito equilíbrio de tronco, a ponto de permitir que ele voltasse a desempenhar suas atividades cirúrgicas. Suas respostas ao tratamento vão além. Atualmente consegue dobrar o tronco de forma bastante satisfatória (o que seria pouco provável para uma pessoa com paralisia), teve melhora do quadríceps (com retorno do tônus foi possível a troca metabólica entre os tecidos em coxa bilateral), e retorno não-funcional abaixo de quadríceps.

Para Dr. Nelson, cientista responsável pela produção das células para o tratamento experimental, a melhora clínica, radiológica e eletrofisiológica dos resultados preliminares deste primeiro paciente incluído no protocolo com uso de células-tronco mesenquimais em lesados medulares, assim como a inclusão de novos pacientes neste mesmo protocolo, deverá fortalecer os futuros resultados, a ponto de permitir conclusões mais eficientes e uma maior atenção da ANVISA e do Conselho Federal de Medicina, sobre o tratamento como alternativa para pacientes lesionados.

Fonte: http://www.cearanews7.com.br/ver-coluna.asp?cod=13970