Cinomose tem cura? Saiba causas e tratamento



Este texto está do jeito que a gente gosta: trazendo notícia boa! A ciência não para de buscar novos tratamentos para doenças que afligem os animais e se tem uma doença que causa muito sofrimento aos cães e seus familiares é a cinomose! Mas existe uma luz no fim do túnel!




Este texto está do jeito que a gente gosta: trazendo notícia boa! A ciência não para de buscar novos tratamentos para doenças que afligem os animais e se tem uma doença que causa muito sofrimento aos cães e seus familiares é a cinomose! Mas existe uma luz no fim do túnel!



Cinomose: você sabe o que é?

É uma doença contagiosa que poderia ser prevenida por vacinação, mas ainda é muito frequente em nosso país, pois nem todos vacinam seus cães, o que ocorre por desinformação ou limitações financeiras.

Quando infectado, o cão pode apresentar diarreia, vômito, secreção nasal, pneumonia e, em uma fase mais avançada, alterações neurológicas.

Quando o pet sobrevive à cinomose, é comum que ele fique com sequelas neurológicas, que variam desde tremores leves até paralisia. Nesta fase, a fisioterapia tem um papel muito importante para ajudar na recuperação, mas nem sempre é suficiente para que o pet retorne a uma vida normal.

A boa notícia é que existe um novo tratamento que está revolucionando a vida de cães que tiveram cinomose, suas famílias e seus veterinários: a terapia com células-tronco!




O que são células-tronco?

São as primeiras células de qualquer indivíduo, as que irão formar todos os órgãos que compõem o filhote. Elas também são responsáveis por ajudar na reparação de tecidos doentes e existem naturalmente em todos os animais e pessoas, o problema é que começam e ter sua eficácia reduzida logo após o nascimento.

Graças a evolução da medicina, hoje é possível ter um estoque destas células em laboratórios avançados para serem usadas no tratamento de algumas doenças e é isso que pode ser feito para os cães com sequelas neurológicas da cinomose. As células são obtidas da gordura que existe ao redor do útero de cadelas quando elas passam por cirurgia de castração. Depois disso, uma série de processos acontece no laboratório até o estoque das células em freezers a 80 graus negativos, garantindo que a transferência para um cão que precisa ser tratado ocorra de forma segura.

Diferente de qualquer medicamento

É comum dizer que as células-tronco são inteligentes, já que possuem mecanismos complexos que permitem que elas percebam a situação do órgão lesionado e comecem a liberar substâncias com a capacidade de restauração. No caso da sequela da cinomose, as lesões estão no sistema nervoso, mais especificamente nos nervos e neurônios, e as células oferecem uma ação anti-inflamatória, reguladora do sistema imune e até regeneradora!

Na prática, o que vemos é que um cãozinho paralisado, aos poucos volta a caminhar e ter uma vida com mais qualidade!

Ficamos felizes com novas terapias, mas precisamos lembrar que a medicina não é uma ciência exata e a resposta de um paciente depende de muitos fatores. Um estudo realizado na Universidade Federal do Estado de São Paulo (UNIFESP) com cães paralisados por causa de cinomose, demonstrou que 80% dos animais tratados com células-tronco voltaram a andar. Já sabemos que quanto mais cedo iniciarmos o tratamento, maiores as chances de sucesso.


Como é feito o tratamento das sequelas da cinomose com células-tronco?


É um tratamento realizado exclusivamente por médicos-veterinários, que, após um diagnóstico preciso da situação do cãozinho, irá solicitar alguns exames para verificar se ele está apto a receber a terapia.

A aplicação é simples, realizada na veia, sem a necessidade de jejum, internação, ou qualquer alteração na rotina do pet. Em geral, são feitas 3 aplicações com intervalos de 30 dias. É uma terapia segura e com baixíssimo risco de efeitos colaterais.


Se você tem ou conhece alguém que tenha um cãozinho com sequelas de cinomose, compartilhe essa novidade e leve uma chance a mais aos peludos! Se tem dúvidas, comente aqui embaixo!

532 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo